Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

O golpe militar completa 46 anos. É preciso estar atento com as serpentes de então!

Imagem
O golpe militar desfechado contra o presidente do Brasil João Belchior Marques Goulart completa 46 anos. Engana-se quem aposta no arrefecimento dos intentos golpistas do udenismo, hoje revestido com a roupagem demotucana. Os últimos fatos registrados na esfera política não só avivam lembranças da quartelada de então, como sinalizam para uma necessária leitura qualitativa do cenário de agora. É previdente. As mesmas forças que conduziram o general Olímpio Mourão Filho a ocupar com tanques o centro do Rio de Janeiro, no dia 01 de abril de 1964, hoje coadunam propósitos com os novos players do núcleo duro neoliberal. E tais forças estão determinadas até o fígado a impedir, a qualquer custo, a vitória da pré-candidata do Partido dos Trabalhadores à Presidência, a ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff. Passado o alarido da crise construída em 2005, os últimos meses foram marcados por sinais inequívocos de novas e agudas inquietações no serpentário, a exemplo da saraivada de críticas …

Meu muito obrigado!

Imagem
No sábado à noite (27) tive a honra de ser patrono de uma das mais comprometidas turmas de Jornalismo que já atuei, os formandos e formandas do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) do segundo semestre de 2009. Um grupo consciente e integrado por profissionais que seguramente terão reconhecimento no mercado. Ainda estou profundamente emocionado com a homenagem. Aqui quero de novo reiterar meus sinceros agradecimentos às colegas e os colegas com os quais convivi em momentos acadêmicos bastante profícuos. Foi legal! Foi bacana! Quero me desculpar também pelo fato de não ter podido ir à festa – adoro festas galera! Mas uma bebê de um ano e quatro meses nos esperava – obrigações de pai. Colegas, vamos em frente lutando por mais reconhecimento, respeito e dignidade para nossa bela profissão! Como alertei no discurso, é nosso desafio reverter o arbítrio dos proprietários dos grandes meios de comunicação que querem nos deslegitimar com o beneplácito de alguns ministros do STF, verdadei…

Imagens que a Globo não mostrou; a violência da ditadura do governador do PSDB José Serra

Estas imagens não foram apresentadas nos meios de comunicação dominados pela coligação demotucana. Os vídeos mostram a truculência do governador de São Paulo José Serra (PSDB) contra professores paulistas. Confiram nas postagens abaixo.

Prisão de professor paulista - ditadura tucana

PMs partindo para cima de manifestantes na passeata dos professores paulistas

Agressão do governo José Serra contra os professores paulistas no morumbi - 26/03/2010 - Parte 1

Um exemplo da "democracia demotucana". Vejam e tirem suas conclusões.

O mundo bizarro de José Serra

Imagem
Por Leandro Fortes, do blog Brasília, eu vi

Muito ainda se falará dessa foto de Clayton de Souza, da Agência Estado, por tudo que ela significa e dignifica, apesar do imenso paradoxo que encerra. A insolvência moral da política paulista gerou esse instantâneo estupendo, repleto de um simbolismo extremamente caro à natureza humana, cheio de amor e dor. Este professor que carrega o PM ferido é um quadro da arte absurda em que se transformou um governo sustentado artificialmente pela mídia e por coronéis do capital. É um mural multifacetado de significados, tudo resumido numa imagem inesquecível eternizada por um fotojornalista num momento solitário de glória. Ao desprezar o movimento grevista dos professores, ao debochar dos movimentos sociais e autorizar sua polícia a descer o cacete no corpo docente, José Serra conseguiu produzir, ao mesmo tempo, uma obra prima fotográfica, uma elegia à solidariedade humana e uma peça de campanha para Dilma Rousseff.

Inesquecível, Serra, inesquecível.

Urgente! FHC precisa passar mais óleo de peroba na cara!

Imagem
O patinho feio da trupe demotucana, FHC, parece não controlar seu impulso verborrágico, o que tem deixado a coordenação da campanha do governador de São Paulo, José Serra, de cabelo em pé. A última pérola do príncipe da sociologia foi lançada num evento ocorrido nesta quarta-feira (24) na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), no Rio de Janeiro. FHC cometeu o devaneio de afirmar que “o País precisa revolucionar a educação e reinventar um novo modelo”. Sério, FHC disse isso mesmo, justamente ele que durante oito anos não fez absolutamente nada pela Educação, a não ser arrochar os salários dos docentes e funcionários e sucatear as universidades públicas. Se o que ele chama de “revolução” se refere à sua gestão neste setor, o país tem que deletar de imediato a possibilidade de retomar esse pesadelo. O esquecido e amargurado FHC não abriu nenhuma universidade, escola técnica ou projeto de extensão universitária no Brasil durante seus dois mandatos. No Governo de Lula foram impl…

Bloqueio ônibus Pedágio Barueri SP

O governador de São Paulo José Serra (PSDB) mandou bloquear os ônibus que transportavam professores para a assembleia da categoria que se realizaria na capital paulista. O fato é um atentado ao direito de ir e vir, garantido a todos os cidadãos brasileiros. O governo fascista de José Serra age como agiu a Ditadura Militar, retomando antigos métodos autoritários e arbitrários. É este o homem que quer governar o Brasil? Ele não vencerá as eleições porque o povo brasileiro não permitirá este retrocesso.

A cegueira e os 'tablóides'

A cegueira e os ‘tablóides’

Se em 2040 algum estudante for pesquisar a história do Brasil pelo que saiu em jornais e usar o material em algum trabalho escolar, corre o risco de ser reprovado. “Ou seja, esse estudante vai estar numa grande mentira”, avisou o presidente Lula durante sua participação no 2º Salão Nacional dos Territórios Rurais — Territórios da Cidadania em Foco, realizado nesta quarta-feira (24/3) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

Do http://blog.planalto.gov.br

Segundo Lula, na medida em que a imprensa brasileira não aponta com exatidão o que vem sendo feito no País em termos programas sociais, obras públicas e desenvolvimento, o governo tem que ficar provando todo dia o que está fazendo. Um bom exemplo é a má-vontade de alguns com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que recebe sempre uma avaliação negativa na imprensa -- muitas vezes sem que o outro lado seja ouvido para esclarecimentos (veja exemplo aqui).

Para ilustrar essa luta diária qu…

Novos Baianos - Mistério do Planeta

Bom domingo a todos! Nada melhor do que matar a saudade dos 70, mas a saudade boa, dos seus momentos mais lúdicos. Aí estão os novos baianos driblando a ditadura. Na voz de Paulinho Boca de Cantor "Mistério do Planeta". Lindo!!!!

Não será capa de nenhum jornal: Ministério Público determina que Serra devolva dinheiro desviado da saúde

O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Estado de São Paulo anunciaram nesta quinta-feira (18) que
encaminharam uma recomendação conjunta ao governo José Serra (PSDB)
para que todo o dinheiro desviado da saúde pública seja devolvido ao
Fundo Estadual de Saúde.
Uma auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do SUS – Denasus, do Ministério da Saúde, comprovou que o governo paulista desviou, em dois anos, R$ 2 bilhões em verbas que
deveriam ter sido aplicadas na saúde. A análise constatou que destes,
pelo menos R$ 78 milhões foram investidos no mercado financeiro, apesar
da crise de atendimento na saúde pública paulista.
O dinheiro do SUS que, por causa do desvio, vai para uma conta única do governo, por lei deveria ter sido destinado a programas de assistência
farmacêutica, vigilância epidemiológica e combate à Aids e DST.
O MPF informou que a recomendação foi levada aos secretários estaduais de Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata, e da Fazenda, Mauro Ricardo
Machado Costa. Ela…

Brizola faz comercial de O Globo

Um dos torpedos inesquecíveis do velho e bom Brizola

Oposição na Bahia vai à lona

Imagem
Estava tudo orquestrado pela oposição para bater no Governo da Bahia por intermédio da pessoa do secretário da Fazenda Carlos Martins. A Audiência Pública realizada nesta terça-feira (16) na Comissão de Orçamento e Finanças da Assembléia Legislativa do Estado se propunha a apresentar os resultados fiscais do terceiro quadriênio de 2009. A oposição pretendia transformar o evento numa peça propagandística. À frente da entourage, a fina flor do lacerdismo baiano, os deputados do DEM (ex-PFL) Heraldo Rocha e Carlos Gabam. A aposta era de que teriam um palco perfeito para atacar o governo de Jaques Wagner (PT). Rocha e Gaban contavam ainda com o peemedebista Arthur Maia a tira-colo para engrossar a artilharia. Sentiam-se numa situação supostamente favorável ante a natural queda de arrecadação do Estado em decorrência de uma brutal crise econômica internacional, que se estendeu durante o ano passado. A estratégia deu xabu. Da cartola de Gaban, da qual se presumia que fosse tirada nitroglice…

Golpe de Estado: Lula correu riscos

Ciro Gomes fala sobre as possibilidades de golpe que o lacerdismo brasileiro ainda busca.

Jornalista Mauro Carrara alerta sobre golpe!

Imagem
Operação “Tempestade no Cerrado”: o que fazer? - por Mauro Carrara

(O PT é um partido sem mídia... O PSDB é uma mídia com partido).
“Tempestade no Cerrado”: é o apelido que ganhou nas redações a operação de bombardeio midiático sobre o governo Lula, deflagrada nesta primeira quinzena de Março, após o convescote promovido pelo Instituto Millenium.
A expressão é inspirada na operação “Tempestade no Deserto”, realizada em fevereiro de 1991, durante a Guerra do Golfo.
Liderada pelo general norte-americano Norman Schwarzkopf, a ação militar destruiu parcela significativa das forças iraquianas. Estima-se que 70 mil pessoas morreram em decorrência da ofensiva.
A ordem nas redações da Editora Abril, de O Globo, do Estadão e da Folha de S. Paulo é disparar sem piedade, dia e noite, sem pausas, contra o presidente, contra Dilma Roussef e contra o Partido dos Trabalhadores.
A meta é produzir uma onda de fogo tão intensa que seja impossível ao governo responder pontualmente às denúncias e provocações.
A…

Juca Ferreira tem razão

Imagem
Ministro demonstrou coerência de princípios

Nos anos 90 fui filiado ao Partido Verde. Atuei em duas campanhas para o então líder ambientalista e sociólogo Juca Ferreira, hoje ministro da Cultura - uma para vereador e outra para deputado estadual. Foi um tempo bom. Eu, como muita gente, entendia que o PV era uma nova opção de militância. E era. Apostávamos na possibilidade de oxigenar a política com idéias e bandeiras que quebravam antigos paradigmas, tabus e valores, inclusive dentro do campo das esquerdas. Éramos todos socialistas, mas não debitávamos apenas à luta de classes o papel de transformar a sociedade. Na nossa centrífuga ideológica cabia Marx, Bakunin, Proudhon, Daniel Cohn-Bendit, Sartre, Margareth Mead, Jack Kerouac, Bob Marley, Osho, Renato Russo, Johnny Rotten, Sex Pistols, Raul Seixas, Olodum, Jackson do Pandeiro, Sociedade Alternativa, rango macrobiótico, Caio Fernando Abreu etc...Tínhamos herdado bons germes anárquicos e a pujança das barricadas de 1968, mas buscávamo…

A disputa iniciada em 2002 estará em curso em 2010

O que está em jogo nas próximas eleições? O disparo da resposta não pode, nem deve, repousar no roçado do varejo, ultimamente permeado por factóides e ilações construídas sob o calor do processo sucessório que se aproxima. O desespero da oposição da a medida da disputa. O pipocar de escândalos que se esvaiam como balas de festim, provenientes de velhas pautas requentadas pela mídia, tem o claro intento de buscar desestabilizar a candidatura do Palácio do Planalto. O que torna então acirrada a disputa iniciada em 2002 e que prossegue em curso este ano? Os dois projetos majoritários não são iguais, ainda que muitos analistas, inclusive à esquerda da candidatura de Dilma Roussef, teimem em afirmar que sim. Um olhar mais aguçado sobre o panorama descortinará de forma mais clara este palco. Não, não é apenas o debate acerca do tamanho do Estado, a expansão das políticas sociais e afirmativas e o encetamento de um Plano Nacional de Direitos Humanos que tem despertado o ódio e a movimentação…

Mais uma do Bessinha

Imagem

Mais uma mentira da Veja!

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA BANCOOP SOBRE A MATÉRIA DE CAPA DA EDIÇÃO DA REVISTA “VEJA”DE 10.03.2010, VEICULADA EM 06.03.2010.

1. A BANCOOP (Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo) não foi ouvida em momento algum pelos jornalistas responsáveis pela matéria da revista “VEJA”, em clara violação a princípio elementar de ética jornalística.

2. A matéria tem nítida finalidade política, já que não agrega praticamente nenhuma novidade às acusações que foram efetuadas no passado e devidamente rebatidas pela BANCOOP. Sua publicação com grande destaque se explica pela previsão de instalação dentro dos próximos dias de CPI sobre a BANCOOP na Assembléia Legislativa de São Paulo, requerida ainda em 2008 pela bancada de deputados do PSDB.

3. No que se refere à conduta do Ministério Público de São Paulo relativamente à BANCOOP, é preciso esclarecer que a BANCOOP celebrou com o Ministério Público em 2008 Acordo Judicial em Ação Civil Pública, no qual foram estabelecidos compromissos voltados …

A queda... nas vendas.

O prognóstico; ou o que Serra espera...

Agiotagem midiática

Imagem

O PIG e a "liberdade de expressão". Ironia?

Imagem
O Brasil Já viu esse filme antes. Na segunda-feira (1/03) a nata pensante da direita midiática tupiniquim se reuniu num evento em São Paulo, o Fórum Democracia e Liberdade de Expressão – ou seria liberdade de empresa? O encontro foi promovido pelo Instituto Millenium, fundação ligada ao alto baronato paulista, e contou com a presença de diversos empresários da comunicação. Na linha de frente, lá estavam: o dono da Folha de São Paulo, Octávio Frias, o todo poderoso das Organizações Globo, João Roberto Marinho, e o proprietário da Editora Abril, Roberto Civita. Na retaguarda, figurinhas carimbadas da direitona nacional, a exemplo do arremedo de cineasta e comentarista Arnaldo Jabor, do blogueiro ultradireitista Reinaldo Azevedo – aquele que faz o papel de pitbull no latifúndio de Roberto Civita -, Demétrio Magnoli, o sociólogo que é contra qualquer política de inclusão, o jornalista e supernumerário da Opus Dei Carlos Alberto di Franco, o filósofo orgânico do udenismo contemporâneo, Rob…

O voto de Nina; ou como a "realidade" é entendida pelo clubinho dos 5%

Imagem
Nina tem 28 anos, é auxiliar doméstica, natural de Jacobina, norte da Bahia, e mãe de uma filha de seis. Em quem você vota para presidente? “Lula”, responde sem titubear. - Mas Lula não pode ser candidato, explico. “Então eu voto em quem vai fazer igual a ele”. Depois, Nina emenda: “e lá no interior o povo todo vota nele (em Lula). Só quem não gosta dele (de Lula) lá são os ricos, que diz que o presidente tira deles para dar aos pobres”. Nina está entre os 42% dos brasileiros que declararam votar em quem o presidente apoiar, segundo a última pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha. A sondagem apontou queda de cinco pontos para o candidato José Serra (PSDB), que agora tem 32%, e a ascensão de cinco pontos para a candidata Dilma Roussef (PT), que está com 28%. Estes 42% representam perfis de opinião que desmentem categoricamente as meias-verdades sustentadas por alguns “especialistas” sobre o poder de transferência de votos de Lula. Nina sabe que sua opção decorre de conhecimento pr…