Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

Sérgio Guerra joga a toalha

Imagem
Da Carta Maior

O coordenador da campanha tucana, Sergio Guerra, em entrevista nesta 2º feira à CBN, admitiu que o desentendimento com os DEMOS em torno do vice de Serra pode 'comprometer a vitória'. O desalento de Guerra ecoa percepção mais ampla antecipada pelo líder DEMO, Cesar Maia, no domingo,após reunião de cúpula do seu partido no Rio. Na avaliação de Maia, segundo o jornal O Globo, a eleição foi perdida no momento em que o candidato escolhido foi Serra, e não o ex-governador mineiro Aécio Neves. A sensação de que a vaca bordeja o brejo generaliza-se e o clima de velório transpira até nas colunas de aguerridos 'analistas' tucanos nesta 2º feira, quando os jornais adicionaram três dados sintomáticos de um derretimento em marcha: 1) na convenção do PSDB, no Ceará, Tasso Jereissati não mencionou o nome de Serra em seu discurso; 2) a mesma omissão ocorreu na reunião gaucha dos tucanos, em que Yeda Crusius ignorou o candidato do seu partido à presidencia; 3) em Minas, …

Jorge Benjor e Mano Brown arrasando!

MInha homenagem ao futebol, Umbabarauma

Emergencia na coalizão demotucana: O nome do problema é "Serra"

Imagem
De Carta Maior

O arestoso candidato do conservadorismo brasileiro tornou-se o principal assunto da reunião de emergencia convocada por Fernando Henrique Cardoso, em SP, para discutir o esfarelamento do projeto demotucano de voltar ao poder. No encontro, do qual Serra não participou, exceto por um telefonema, FHC, Pimenta da Veiga, Sergio Guerra, Tasso e Aécio --em sintonia com lideranças DEMOS-- decidiram intervir na campanha até agora monopolizada pelo ex-governador de SP. Serra virou problema. Por conta da personalidade autoritária, agressiva, ninguém quer ser vice do tucano que monopoliza decisões e deixa claro aos demais: o comando de campanha sou eu. O candidato não delega nem a agenda de viagens. Toma decisões solitárias, noturnas, coloca-as em prática sem consultar ninguém. Viaja sem avisar aliados locais, como aconteceu recentemente no Rio, provocando a ira de Cesar Maia. Persecutório, entra em atritos seguidos com a imprensa; deu um tiro no pé esquerdo ao acusar Morales …

PSDB mineiro foi autor do dossiê contra Serra

Do site de Luis Nassif

À primeira vista, não fazia lógica a história da divulgação do suposto dossiê contra a filha de José Serra, que estaria sendo armado pelo PT.
Primeiro, por ser inverossímil. Com a campanha de Dilma Rousseff em céu de brigadeiro, à troca de quê se apelaria para gestos desesperados e de alto risco, como a divulgação de dossiês contra adversários? Se a campanha estivesse em queda, talvez.
Além disso, os dados apresentados pela Veja, repercutidos pelo O Globo, eram inconsistentes. Centravam fogo em Luiz Lanzetta, que tem uma assessoria em Brasília que serve apenas para a contratação de funcionários para a campanha de Dilma – assim como Serra se vale da Insight e da FSB para suas contratações.
Serra atacou Lanzetta, inicialmente, através de parajornalistas usualmente utilizados para a divulgação de dossiês e assassinatos de reputação. Só que há tempos caíram no descrédito e os ataques caíram no vazio. Serviram apenas como aviso.
Aí, se valeu da Veja que publicou uma curio…

Oliver Stone fala de Dilma Roussef

O renomado diretor de cinema Oliver Stone, que dirigiu Platoon, Nascido em 4 de Julho,JFK, Wall Sreet, entre outros, dá seu depoimento do encontro que teve com a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff. Vejam o vídeo.